Kuala Lumpur, símbolo do dinamismo da Malásia.

Cidade que cresceu em torno da extração do estanho durante o século XIX, Kuala Lumpur - ou KL para os mais íntimos - se tornou uma capital econômica de maior importância na Ásia. Com 1,6 milhão de habitantes, ela é um dos tigres asiáticos e possui uma atratividade inquestionável. Situada no cruzamento de dois rios, o Klang e o Gombak, Kuala Lumpur é uma cidade rica e cosmopolita. Apesar da religião oficial ser o islã, o budismo, o hinduísmo e até o catolicismo ocupam um espaço importante na sociedade.
Ainda assim, Kuala Lumpur é apenas um aspecto da Malásia. O país pode ser divido em dois: a parte oeste, situada no norte da Tailândia e a parte leste, no norte da Indonésia. Estes dois territórios são separados pela península malaia. Esta particularidade faz da Malásia um país com áreas geográficas bem diversificadas. A parte oriental reúne uma pequena porção da população do país, é principalmente coberta por uma selva tropical e dominada pelo Monte Kinabalu, de 4100 metros de altitude. Por sua vez, o lado ocidental é mais industrializado e seu litoral leste é bordado de praias. É também onde se situam as terras agrícolas do país.
Com a Air France, venha explorar as terras selvagens da Malásia e conheça um país que está no cruzamento das culturas. Há promoções frequentes para voos apenas e voos com hospedagem, a partir dos principais aeroportos brasileiros.

Visitar Kuala Lumpur

Cidade diferenciada, Kuala Lumpur não falha em seduzir os visitantes, com sua modernidade e sua identidade cosmopolita. Comece pelas Petronas Towers, para ter uma visão panorâmica sobre a capital malaia. Do alto de seus 452 metros, você fica bem à vontade para admirar Kuala Lumpur e seus prédios imponentes.
No centro da cidade, o visitante pode descobrir a the old railway station, antiga estação de trem construída durante o período de colonização britânica. Inteiramente branco, este edifício possui uma arquitetura atípica, moura-indiana. No mesmo estilo, podemos contemplar o palácio do sultão Abdul Samad, transformado em Corte Suprema de justiça. O centro da cidade, com falsas aparências de Londres, irradia a história do país.

Numerosas religiões convivem harmoniosamente em Kuala Lumpur. A cidade é sede de numerosos locais de culto: a mesquita de Jamik, Masjid Jamek ou a mesquita nacional Masjud Negara, a catedral Santa Maria, etc.
Se você só tiver tempo para visitar um único museu, opte pelo da civilização islâmica.

Os bairros chineses e indianos são mais uma oportunidade de exotismo. É possível assistir grandes chegadas de mercadorias e visitar feiras onde negociar é moeda corrente. Para sair à noite, dirija-se ao triângulo de Ouro, onde estão localizados a maioria dos bares, restaurantes e discotecas da cidade, assim como os estabelecimentos de luxo.
Saindo um pouco de Kuala Lumpur, a cerca de 10 km da cidade, estão as grutas de Batu. Transformadas em templo, elas formam um dos maiores santuários hindus.

Aventure-se, de Kuala Lumpur até a ilha de Bornéu.

A Malásia possui um clima equatorial que resulta em calores pronunciados e umidade constante. Em função das estações e dos locais, o clima pode ser sensivelmente diferente. Assim, é importante se informar antes de sair de viagem para a Malásia. Vale também evitar o período do Ramadã, sobretudo em Kuala Lumpur ou nas outras cidades, pois muitos estabelecimentos ficam fechados durante este período. Na Malásia, há muitos pontos a visitar, entre eles:

  • Malacca, que possui um importante patrimônio proveniente da colonização,
  • O parque do Taman Negara,
  • Cameron Highlands, montanhas nas quais se situam grandes plantações de chá,
  • As ilhas Penang, Langkawi, Tioman, Perenthian ou Kapas

Conheça as ofertas promocionais da Air France de passagens aéreas para Kuala Lumpur.

Mais informações sobre Kuala Lumpur: