Duomo: Milão não seria Milão sem sua catedral.

arte e cultura
Duomo: Milão não seria Milão sem sua catedral.

Ela parece ser feita de renda. Sua beleza é de tirar o fôlego. A Catedral de Milão está no epicentro de sua vida cultural e econômica.

Era uma vez, no século XIV, Gian Galeazzo Visconti, senhor de Milão. Ele deseja construir uma catedral que reflete sua onipotência e optou por erguê-la no mármore mais precioso, o de Candoglia, no Piemonte.
Infelizmente, este mármore é tão frágil quanto raro. Ao ar livre, exposto ao vento, ao sol, à chuva, ele se oxida e se deteriora. Nada pode parar esse processo. Mal concluída, a catedral está destinada à destruição. Suas partes devem ser trocadas regularmente. É por isso que, ao longo dos séculos, o seu estilo evolui. Passou do gótico ao neogótico com uma ligeira influência barroca.
Suas 136 flechas e 3.500 estátuas lhe renderam seu sobrenome afetuoso de ouriço de mármore. O seu interior é igualmente magnífico, especialmente graças ao crucifixo assinado por Leonardo da Vinci.

Duomo
Piazza del Duomo
20122 Milão

Fone : +39 (02) 7202 2656

www.duomomilano.it