Galeria Luisa Strina, a embaixadora do amor

arte e cultura
Galeria Luisa Strina, a embaixadora do amor

Apaixonada pela arte, ela foi a primeira a abrir uma galeria e apoiar a criação brasileira.

Se você quiser se adiantar às tendências da arte contemporânea brasileira e sul-americana, se você quiser saber quais são os artistas nos quais você pode - e deve investir, vá à Galeria Luisa Strina. Não há um termômetro melhor da criação artística em todo o continente! Luisa Strina começa sua carreira como agente artística, apresentando seus amigos amantes de arte aos seus amigos artistas, entre os quais Fajardo, Baravelli e Duke Lee.

Em 1974, ela abre sua galeria que é então a primeira de São Paulo. Não apenas isso, ela expõe ali a Nouvelle Vague paulistana, e também traz a pop arte para o Brasil, fazendo com que o público descobrisse artistas como Roy Lichtenstein e Andy Warhol. No começo dos anos 90, Luisa Strina é também a primeira galerista a sair da América do Sul, a ser apresentada na Basel Art Fair.

Desde então, ela participa de todas as grandes feiras internacionais, apresentando artistas que são pouco conhecidos fora de seus continentes. Sua galeria é, portanto, uma referência em matéria de criação brasileira, além de um catálogo de cerca de 40 artistas, organizando regularmente exposições de novos e jovens talentos.

Galeria Luisa Strina
R. Padre João Manuel, 755
Cerqueira César                                                                                                                                                                                                              São Paulo 01411-001

Fone: +55 (0)11 3088 2471 

www.galerialuisastrina.com.br