Higienópolis, você disse modernista?

arte e cultura
Higienópolis, você disse modernista?

Se você tem interesse pela arquitetura, você irá gostar deste bairro que concentra um número incrível de edifícios modernistas.

Ainda que Oscar Niemeyer seja originário do Rio de Janeiro, ainda que ele tenha inventado Brasília, nada impede que na cidade dos mil arranha-céus, a arquitetura modernista esteja muito presente, sobretudo em Higienópolis. Higienópolis?

É um nome engraçado para um dos bairros mais chiques de São Paulo! Ele se deve ao fato de que suas vilas foram as primeiras a serem dotadas de todo o conforto moderno. Além de lugar de instalação da burguesia portuguesa nascente que surgiu com a cultura do café, ele é também habitado por famílias judias imigradas do Leste Europeu, que deixam ali suas marcas culturais.

Nos anos cinquenta, a maior parte destes imóveis foram destruídos para dar lugar a imóveis destinados à classe média. É assim que se concentram em um perímetro reduzido uma incrível quantidade de imóveis modernistas Entre os mais emblemáticos: não deixe de notar o Lausanne de Franz Heep, a Louvieva de Vilanova Artigas, que foi o primeiro a colocar cor em uma fachada, dando início assim ao estilo tropical moderno, e principalmente o Bretagne, de João Artacho Jurado. Ele tem uma piscina, uma sala de música, um bar e um jardim na cobertura.