Receita: o crepe Suzette revisitado por Nicolas Le Tirrand

Publicado em 

Receita: o crepe Suzette revisitado por Nicolas Le Tirrand

Para o Dia da Candelária na França, dirija-se ao mítico restaurante Lasserre. Um aroma doce e cítrico paira no ar: o chef preparou para você um delicioso crepe Suzette.

Em 2 de fevereiro de cada ano, o Dia da Candelária aquece os lares franceses. Em pleno inverno, as pessoas preparam e dividem crepes saborosos para esta comemoração inicialmente religiosa. Com sua forma arredondada e cor amarelada, os crepes simbolizavam a volta do sol após o solstício de inverno. No restaurante Lasserre, próximo à Champs-Élysées, em Paris, a tradição ainda está bastante enraizada. Nesta instituição estrelada da gastronomia parisiense, o jovem chef Nicolas Le Tirrand transforma as receitas. Com apenas 37 anos de idade, já coleciona cinco estabelecimentos estrelados em seu currículo. Hoje, ele retoma a receita do crepe Suzette à sua maneira.

Esta sobremesa com notas cítricas, flambada no licor de laranja Grand Marnier, se mantém um dos pratos mais emblemáticos do cardápio do restaurante Lasserre. Segundo a lenda, esta delícia foi inventada para o Príncipe de Gales Eduardo VII, na época futuro rei da Inglaterra. Desde então, o crepe Suzette se tornou o rei dos doces. No Lasserre, o chef vem flambar o crepe na frente dos clientes, proporcionando um verdadeiro espetáculo. Como não querer degustar o seu também?

Lasserre
17 avenue Franklin Delano Roosevelt
75008 Paris
+33(0)1 43 59 02 13
www.restaurant-lasserre.com/