Rooster, paira uma brisa provençal em Batignolles

bistronômico - tendência
Rooster, paira uma brisa provençal em Batignolles

Depois de receber uma estrela e passar uma estadia de quatro anos em Nova York, o chef marselhês Frédéric Duca agora escreve um novo capítulo no Rooster, no 17° distrito.

A grande vidraça deixa entrever buquês campestres que ornam as mesas de madeira, uma cozinha aberta sempre agitada e um estilo de bistrô moderno. No bairro de Batignolles (17°), o restaurante Rooster é uma sensação.

Na liderança, uma personalidade conhecida da cozinha de prestígio. Entre os chefs que fazem vibrar a gastronomia parisiense, Frédéric Duca tem um lugar central. Ex-discípulo de Hélène Darroze, trabalhou no L'Instant d'Or, onde obteve uma estrela em 2013, antes de pegar a direção dos Estados Unidos. O nome do seu novo restaurante é justamente uma homenagem ao seu percurso: “rooster” significa “galo” em inglês. Este emblema francês por excelência é interpretado no idioma de Mark Twain como uma referência a Nova York, a outra cidade querida de Duca.

Para os clientes, ele transmite a culinária provençal de sua infância. O menu, sazonal, é pequeno e pode incluir nhoque com lula, sopa de peixe tradicional e aioli, pargo com legumes primaveris, bisque e erva-cidreira, e uma caçarola de cordeiro de leite para dois, batata e acelga, para uma ida e volta gustativa no sul da França.

Rooster
137, rue Cardinet
75017 Paris

Fone: +33 (0)1 45 79 91 48

www.rooster-restaurant.com

Menu: cerca de 48 EUR