Atenas, berço da Antiguidade

Bem na extremidade da Europa, Atenas é uma das cidades históricas do Mediterrâneo oriental, combinando beleza imutável e cidade definitivamente moderna. A origem do nome Atenas remete a um passado glorioso e mitológico. É a deusa Atena, padroeira da cidade, que lhe deu seu nome, perto de 800 antes de Cristo. O período áureo da cidade acontece no quinto século antes de Cristo. Deste período, a cidade herdou uma série de monumentos importantes na Acrópole, tais como o Partenon. Desde então, a história de Atenas foi conturbada e se construiu a partir de numerosas influências, indo desde o Império bizantino até o Império otomano. Atenas foi destruída em numerosas oportunidades, inclusive durante a guerra de independência, nos anos 1820, e a guerra civil que teve início em 1946.
Hoje, a capital grega é uma das grandes metrópoles culturais europeias. A cidade contém cerca de 750 mil habitantes, mas a região metropolitana soma uma população de mais de 3 milhões de pessoas. A Air France oferece voos frequentes para Atenas saindo das principais cidades brasileiras e passando pelos aeroportos de Brasília, Rio de Janeiro ou São Paulo.

Atenas e seus monumentos

Atenas é principalmente conhecida pela sua Acrópole, seus monumentos antigos imponentes e seu patrimônio cultural. Grandes personalidades deram nome às suas ruas, tais como Sócrates, Temístocles, Péricles ou, mais recentemente, Constantin Papachristopoulos. Qualquer que seja o objetivo da sua viagem para Atenas, não perca a oportunidade de caminhar seguindo seus passos, ao visitar os pontos mais míticos da cidade.
Local sagrado do centro da cidade de Atenas, no passado a Acrópole foi um grande santuário dedicado a Atena. Sua posição, no topo de uma colina, impressiona pela imponência. Nele estão os monumentos e vestígios mais famosos da cidade, entre os quais:

  • O Parthenon,
  • O templo de Atena,
  • O Erecteion;
  • O templo de Hefesto,
  • Os Propileus
  • O Odeão de Herodes Ático

O local faz parte do patrimônio mundial da humanidade. Os aficionados por história da Antiguidade ou por arqueologia não podem dispensar uma visita ao museu da Acrópole.
Perto da Acrópole, destaca-se também o teatro de Dionísio. Erigido em homenagem a Dionísio, deus do vinho, do teatro e da tragédia, ele podia acolher até 17 mil espectadores.
O ágora, situado no pé da Acrópole, permite compreender o funcionamento da cidade de Atenas. Centro da vida pública e da política, esta praça servia tanto de local de mercado quanto de centro de decisões políticas.
Os diversos museus estão aí para saciar a sede dos apreciadores do período antigo.

Desfrute a doce vida da Grécia

Do lado da Atenas histórica, existe uma segunda cidade que não é menos fascinante. Ponto de saídas noturnas, o bairro de Gazi tem reputação de ser descolado e festivo. Hoje é um dos bairros de referência de Atenas. Durante sua viagem para Atenas, não deixe de se deliciar em algumas tavernas ou mezedopolia que servem mezes, pequenos pratos típicos variados. A cozinha grega utiliza muita azeitona, em todas as suas apresentações, além de legumes como o tomate, a berinjela, os pimentões ou a abobrinha. O queijo de ovelha, como o feta, é também algo indispensável na culinária grega, que tem o dom de ser saborosa e sadia ao mesmo tempo.

Quando ir para Atenas?

Antes de reservar um voo para Atenas, informe-se sobre o período de sua viagem. De fato, a Grécia possui um clima mediterrâneo com invernos bem brandos e úmidos e verãos secos e quentes. Se você não suporta bem o calor, evite viajar durante os meses de verão. As temperaturas na primavera e no outono são, em geral, mais leves e permitem sair de dia.
A Grécia faz parte da União Europeia e da zone euro. Como nacional brasileiro, você deverá apresentar seu passaporte dentro do prazo de validade.

Mais informações sobre Atenas