Budapeste, "a pérola do Danúbio"

Você já pensou em marcar uma passagem aérea para Budapeste?
A Air France oferece voos frequentes para a capital da Hungria. Você pode marcar um voo para Budapeste, saindo das principais cidades brasileiras. Você pode voar a partir de todos os principais aeroportos brasileiros em direção a Budapeste. Todos estes voos costumam integrar uma escala, normalmente Amsterdã ou Paris. Saindo de algum aeroporto brasileiro, você pode contar 15 a 20 horas de viagem e quatro horas de fuso horário, sem contar horário de verão.
Mas o esforço é merecido. Embora Budapeste seja uma capital europeia menos conhecida que Paris, na França, ou Roma, na Itália, sua história e sua arquitetura merecem que alguns dias lhe sejam dedicados.
Não é à toa que Budapeste leva esse apelido de "pérola do Danúbio". Basta pensar que a cidade, muito ampla (25 km de diâmetro), abrange um centro histórico rico em prédios diversos, assim como zonas rurais.
O centro da cidade se divide em duas partes, separadas pelo Danúbio: de um lado Buda, a cidade museu, e do outro, Peste. Peste, a cidade moderna da margem direita, fusionou com Buda em 1873 ; foi aí que nasceu Budapeste.

Budapeste, une cidade repleta de riquezas patrimoniais

Vários dias são necessários para descobrir todos os pontos a visitar em Budapeste.

  • Em Buda, escale as colinas do castelo, cujo bairro é tombado no Patrimônio Mundial da Unesco. Do alto deste ponto, você terá uma vista espetacular sobre Peste. Passeie entre as ruelas pavimentadas e as casas coloridas de estilo barroco. É claro que você não vai perder o Palácio Real. Destruído durante a Segunda Guerra Mundial, ele foi reconstruído posteriormente e abriga hoje vários museus. Conheça também a igreja São Matias e o bastião dos pescadores.

No Monte Gellert, pare no mirante, na frente da estátua da Liberdade, que comemora a libertação de Budapeste pelo exército vermelho, em 1945. Na cidadela, um bunker alemão foi transformado em museu, para lembrar a ocupação nazista da cidade durante a Segunda Guerra Mundial.

  • Em Peste, claro, o Parlamento, de estilo neogótico, é um edifício emblemático da cidade. A praça dos Heróis e o monumento do Milênio são especialmente imponentes.
  • Budapeste é também conhecida pelas suas termas, especialmente as mais famosas: os banhos Gellert, os banhos Széchenyi e os banhos Kiraly.

Viajar para Budapeste: os conselhos práticos

Se você for de São Paulo para Budapeste, ou de qualquer outra cidade do Brasil, quando você chegar ao aeroporto internacional de Budapest-Franz Liszt, situado a 25 km a sudeste de Budapeste, você poderá tomar o trem ou o ônibus para ir até o centro de Budapeste. Você poderá também optar pelo táxi.
A cidade de Budapeste conta com excelente serviço de transportes públicos. Metrôs, VLT e ônibus são numerosos e baratos.
Para ir do Brasil para Budapeste, na Hungria, como cidadão brasileiro, você precisa ter um passaporte dentro do prazo validade. Você poderá seguir viagem nos outros 25 países do espaço Schengen (França, Alemanha, Espanha, etc.), um espaço unificado em matéria de circulação de pessoas.

Para obter mais informações: