Deslumbrar-se com a Praga romântica

Toda a exuberância de Praga voando com a Air France a partir de São Paulo, do Rio de Janeiro e de outras capitais brasileiras

Apesar da nostalgia que dela emerge, Praga é uma cidade moderna e exuberante! Em 1992, seu centro histórico foi tombado patrimônio Mundial, Cultural e Natural pela UNESCO.

Praga deve ser visitada a pé, com pausas estratégicas em um dos lindos cafés art-noveau, ou ainda em algum bar onde você poderá apreciar a deliciosa cerveja de trigo, típica da região.
Além de seu centro, descubra as mil maravilhas da cidade, com a Air France.

Praga e o seu centro histórico cinematográfico

Embora a cidade tenha se adaptado ao mundo contemporâneo, o centro histórico de Praga está intacto: são lindas ruelas e construções de todos os estilos arquitetônicos - rotundas românicas, catedrais góticas, palácios barrocos e renascentistas, art-nouveau, classicista, cubistas e até casas funcionalistas e edifícios modernos.

De fato, a grande maioria das atrações de Praga estão concentradas no centro da cidade, entre o Castelo, ao oeste, e no entorno da Cidade Velha, Staré Mesto. Curiosamente, não são os museus ou galerias de arte que mais encantam: tudo está nas ruas. Praças, pontes, casarios, tudo chama a atenção por sua harmonia e beleza.

Passeie pelo Castelo e pelos bairros de Josefov, Staré Mesto, Malá Strana e Nové Mesto.

Praga, a capital kafkiana cada vez mais cosmopolita e vibrante

Praga é uma capital que pulsa, seja pela sua vida noturna agitada, pelas muitas galerias de arte, ou ainda pelo incontável número de turistas que vagueiam por todas as regiões que compõem o circuito turístico: Staré Mesto, Malá Strana (Pequeno Bairro) e Nové Mesto (Centro Novo).

É lá que se encontra a maior parte das atrações, como o bairro judeu, o museu de Franz Kafka ou o imperdível Museu do Comunismo. Não deixe de passear pela elegante alameda Pariszka, onde você encontrará grifes como Ermenegildo Zegna, Boss e Prada.


Não deixe de visitar os principais pontos turísticos de Praga:

  • O Castelo de Praga: Monumento nacional cultural, é o símbolo da era gloriosa do estado checo, quando de sua fundação, no século 9. É um complexo eclesiástico monumental, onde fortificações, residências e outros edifícios representam todos os estilos e períodos arquitetônicos, em torno de três pátios, ocupando cerca de 45 hectares. Originalmente residência dos príncipes e reis da Boêmia, é hoje a sede da presidência.
  • Igreja Nossa Senhora Vitoriosa: A igreja foi construída pelos luteranos alemães em 1611-1612 em homenagem à Santíssima Trindade. Pressupõe-se que o arquiteto tenha sido Giovanni Maria Filippi, membro da corte do imperador Rodolfo II. Depois da vitória sobre a Contra-Reforma, o imperador Ferdinando II ofertou a igreja às Carmelitas Descalças como forma de recompensá-las por sua contribuição. O Jardim do monastério, ao lado do mosteiro, abriga um lago repleto de sapos e peixes e vale ser visitado.
  • Historicamente, a Torre da Pólvora é um dos monumentos medievais mais importantes de Praga. A torre permaneceu inacabada até 1592, quando as novas entrada e escadaria em espiral foram construídas. A Torre da Pólvora adquiriu sua aparência atual durante uma restauração efetuada na década de 1880. Acima da porta de entrada, trona a estátua de George de Poděbrady ao lado de Jagiellon monarca Vladislav II, ambos antigos reis da Boêmia. Do outro lado da torre, ergue-se o edifício decorado com estátuas dos grande monarcas checos Charles IV e Přemysl Otakar II.
  • A Ponte Charles é a ponte mais antiga de Praga, construída em substituição à antiga ponte Judith, danificada pela inundação de 1342. A Ponte de Pedra foi fundada por Carlos IV em 1357 e tem sido chamado Charles Bridge desde 1870. Sua construção foi iniciada pelo mestre Otto e concluída por Peter Parler em 1402. Em ambas as extremidades da ponte, erguem-se torres. A torre menor, construída em estilo românico, é uma relíquia da Ponte Judith, do século 12. A torre mais alta é 200 anos mais jovem e sua arquitetura gótica tardia foi inspirada pela Old Town Bridge Tower de Peter Parler.
  • Josefov, o Gueto de Praga remonta ao século 13, mas sua aparência atual é o resultado de uma ampla restauração realizada entre 1893-1913. Apenas alguns edifícios mais importantes foram recuperados, salvando uma das marcas da história dos judeus de Praga que durou muitos séculos. O conjunto forma um dos maiores complexos de monumentos históricos judaicos de toda a Europa. A Sinagoga Nova-Velha é a mais antiga sinagoga da Europa Central. Construída em estilo gótico no final do século 13, é adornada por pedras e por um rico mobiliário interior (grades de ferro forjado, lustres góticos). A sala principal, ainda hoje, é usada como casa de oração da principal sinagoga da comunidade judaica de Praga. Não deixe de visitar o Antigo Cemitério Judeu e seu Museu Judaico, que datam do século 15.

Informe-se sobre as formalidades e as possibilidades turísticas de Praga através dos seguintes sites: